Idéia Fixa agradece patrocinadores e apoiadores no Rally dos Sertões

Idéia Fixa agradece patrocinadores e apoiadores no Rally dos Sertões
Projeto faz balanço das suas primeiras atividades na competição

As ações realizadas pelos voluntários do Projeto Idéia Fixa são gratificantes não só para quem recebe as doações, mas para quem visita as comunidades carentes ao longo do percurso do Rally dos Sertões.

No último final de semana, algumas comunidades dos estados do Tocantins e Maranhão receberam a visita de Tânia Mara e Edu Abreu, e mais uma vez muitas histórias curiosas e até engraçadas aconteceram, além é claro da alegria causada pelos presentes recebidos.

Era manhã de domingo, algumas crianças brincavam sob a sombra de uma frondosa árvore. Pouca roupa, carinhas suja de terra, cachorros e gatos muito magros eram os companheiros. Nas mãozinhas pedaços de paus serviam para imaginar uma boneca, um carrinho ou até mesmo um fogãozinho cheio de panelinhas, cujo alimento era terra. Ainda bem que elas estavam só brincando. De repente chega o furgão Master, alguns correm, outros olham curiosos e os pais, que estavam de longe vendo tudo, seguem rumo aos pequeninos.

Em poucos minutos vira uma festa. “”Bença Dona”, seguindo a tradição que lhes foi passada pelos mais velhos, eles nos pedem as bênçãos como forma de cumprimento e respeito. Enquanto isso o Edu organiza os kits Sorria para o Rally e as bolachas para que possamos dar início à distribuição. E é quando uma menina pergunta a ele: “Cêis fala é ingreis, é?”. Ela acha estranho nosso sotaque e modo de nos expressarmos e nos pergunta se falamos inglês. Falamos então que vivemos e moramos em outro estado e além das explicações sobre higiene bucal, ministramos ainda uma pequena aula de geografia”, comentou Tânia.

Porém não só histórias engraçadas e curiosas como esta compõe o dia a dia dos voluntários. A constatação de que pouca coisa ou quase nada mudou há 10 anos, quando Tânia Mara passou por esta mesma região no Rally dos Sertões em 98, chega a ser triste e até estarrecedor. Casas de pau a pique e sapê ainda são maioria em muitas comunidades. O contraste das grandes fazendas lotadas de implementos agrícolas com os casebres que as rodeiam chega a ser chocante. Porém pior do que a moradia é o alto índice de analfabetismo entre as crianças. Em uma das comunidades atendidas bem próxima à divisa do Maranhão com o Piauí, meninos e meninas na faixa dos 10 aos 12 anos ainda não sabem nem ler e nem escrever!

E mesmo assustados com esta dura realidade, Tânia e Edu como se fossem Beija-flores, dão continuidade ao trabalho rumo a Natal no Rio Grande do Norte, destino final do Rally dos Sertões.

Saiba como estão alguns dos patrocinadores e apoiadores do Idéia Fixa na competição:

Equipe Petrobras Lubrax

Caminhões – Na categoria Caminhões, o trio André Azevedo/Maykel Justo/Ronaldo Pinto, conquistou a terceira posição do dia 21/06 e continua na vice-liderança, atrás apenas de Edu Piano/ Sólon Mendes/ Davi Fonseca, que compete com um caminhão de peso inferior. “Das três principais posições do pódio, apenas o meu Mercedes-Benz Atego é que possui mais de 4.800 quilos. Com um caminhão mais pesado, os obstáculos são mais difíceis de transpor e as velocidades também são inferiores. Regiões mais travadas ou sinuosas acabam sendo facilitadas para caminhões menores. Ontem, por exemplo, eles atravessaram uma ponte bem devagar, pois metade do pneu ficava para fora da madeira, de tão estreita”, comentou André.

Equipe RNN Sports

Quadriciclos – Robert Nahas vence novamente e mantém liderança entre os quadriciclos. O piloto da Honda/Flash Power lidera em sua categoria e na Geral, seguido do mineiro Ricardo Purri, seu companheiro de equipe.

No domingo, após enfrentarem a etapa maratona no sábado e por conseqüência duas especiais seguidas que somaram 268 km sem ajuda da equipe de apoio, Robert Nahas foi o primeiro da Quadriciclos a chegar em Palmas (TO). “Completei a maratona sem grandes problemas. A especial de hoje (domingo) exigiu muita atenção na navegação. Foi Especial curta, mas com trial pesado. Então, fui numa boa. Cheguei a parar para ajudar um piloto de moto que caiu. Andei ”redondo”, sem erros, e que deu para manter a liderança”, comentou o campeão de 2005, que venceu novamente e está firme no propósito de ser novamente campeão do principal rali da América Latina.

Equipe Emy Moto & Cia

Moto – O campeão da categoria 450 Production do ano passado, Osmar Shimosaka, vem mantendo seu ritmo desde o início da prova. E nos dias 20,21 e 22 ele esteve entre os “grandes” nomes do Rally mundial, literalmente, e na frente de muitos brasileiros bem mais famosos e competentes. Osmar ocupa a nona colocação na classificação geral, sendo um dos três brasileiros entre todos os estrangeiros até a 10ª posição geral.

Ele levou um pequeno tombo a 30 km por hora, o que resultou em apenas alguns raladinhos na moto, e errou algumas referencias, como quase todos os pilotos na especial do domingo. Com muita calma, paciência e concentração, características que lhe são peculiares, Shimosaka segue confiante para mais um dia de duras provas.

A segunda metade do Rally Internacional dos Sertões PLP tem início nesta segunda-feira (23/06), e com um desafio dos grandes. Os competidores vão encarar um percurso de 682 km, o mais longo da história da competição. Na segunda mudança de Estado do rali, os pilotos partem de Palmas, capital do Tocantins, com destino a Balsas, no Maranhão, e a estimativa é que demorem mais de oito horas para completarem o percurso.

Patrocinadores do Projeto Idéia Fixa:
Artfix, Conclusão Assessoria & Comunicação, Clipping Service, Fundação Educar DPASCHOAL, Goodyear, Renault do Brasil, RNN Sports.

Apoiadores:
DOUBLE X, Johnson Diversey, Jornal Trilha Veloz (www.trilhaveloz.com.br), Performance Academia,Perfumaria Emy, Sig Com, Tendas Kagê e Site SuperLicença.

Graciela Mayrink
Assessoria de imprensa
(21) 8173-9667

Projeto Idéia Fixa
www.projetoideiafixa.org
(35) 9162-7707
Idéia Fixa

Verifique também

Ação do Projeto Ideia Fixa pela Cultura realizada em Conchal foi um sucesso!

Com o objetivo de levar um pouco da cultura poços-caldense através de seus livros, a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *