Idéia Fixa foi destaque na 2ª Feira do Livro de Marília

Sucesso absoluto a iniciativa do Colégio Cristo Rei que deve ser copiada. Pouco mais de 12.000 pessoas prestigiaram todas as atividades da 2ª Feira do Livro realizada entre os dias 16 e 18 de setembro, na cidade de Marília (SP).

De apresentação de danças indígenas a show de Jass Band, de balé clássico a show circense, de escritores anônimos ao consagrado Ziraldo. Enfim, uma festa literária, cultural e educacional cujo objetivo principal foi a aproximação das crianças com os livros, com a cultura e com as artes. Objetivo este atingido a contento e é obvio que o Idéia Fixa pela Educação & Cultura não poderia faltar.

 Além do bate-papo com o público no dia 18 de setembro, Tânia Mara fez uma apresentação do que será o seu quarto livro e mostrou um pouco do que é a “educação” praticada nos mais distantes vilarejos, que ela visita durante as etapas do Projeto Idéia Fixa e no Rally dos Sertões.

Para as crianças presentes ao evento foram entregues 5.000 livros de histórias infantis da Fundação Educar DPASCHOAL. O projeto beneficiou ainda obras assistenciais desenvolvidas pelo Colégio Cristo Rei em várias comunidades carentes.

 De contra partida, o Idéia Fixa recebeu por volta de 1.500 livros distribuídos entre, didáticos novos, doados pela DIRETORIA DE ENSINO DE MARÍLIA, enciclopédias, livros de história infantil e muitos outros doados pelo público que visitou a feira.

Além dos livros recebidos, que irão compor as mini bibliotecas do Projeto, Tânia Mara também ganhou um grande presente: a parceria com o Colégio Cristo Rei, que será um dos patrocinadores do livro Tupício – O GATO QUE NÃO QUERIA SER GENTE!.

Os alunos do Colégio serão os ilustradores desta obra. “Nossa participação na Feira foi maravilhosa. Mostramos nosso trabalho, vimos o quanto ele interessa para as pessoas e o quanto é importante. Porém uma das coisas mais legais que aconteceu foi saber que as crianças do Colégio farão parte do livro, como ilustradores, e que o Cristo Rei será um dos patrocinadores. Mais um incentivo sem dúvida ao gosto pela leitura e tudo mais que uma ação como esta resultará. Vale a pena aguardar!”, disse emocionada Tânia Mara.

Sobre o livro

Tupício – O GATO QUE NÃO QUERIA SER GENTE tem a proposta de ser um pouco mais que um simples livro. É uma narrativa alegórica de situações vividas por um animal referenciando situações humanas, e tem como objetivo principal transmitir moralidade. O comportamento do gato protagonista desta fábula ambiciona que o “certo” deverá ser copiado e o “errado” evitado.Todos os fatos nele contidos são verdadeiros e condizem com a realidade vivida por um herói felino, que tinha tudo para ser um simples gatinho doméstico, mas que, por possuir um talento especial, acabou transformando-se em uma referência, em um exemplo.

Serão cerca de 48 páginas recheadas de lições para a vida, ação e muita emoção, não só de crianças e adolescentes, mas também de adultos, que com certeza se sentirão atraídos e envolvidos pelas mensagens deixadas por Tupício.

O livro trará ainda um formato inovador, com parágrafos em português, espanhol e talvez em inglês dentro da mesma obra.

Verifique também

Ação do Projeto Ideia Fixa pela Cultura realizada em Conchal foi um sucesso!

Com o objetivo de levar um pouco da cultura poços-caldense através de seus livros, a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *