segunda-feira, 20 maio, 2024

Projeto Idéia Fixa visita Colégio Cristo Rei de Marília

O Colégio Cristo Rei promoveu de 24 a 26 de setembro a 1ª Feira do Livro na cidade de Marília (SP). O evento recebeu pouco mais de 11.000 pessoas durante os três dias da programação composta por oficinas, exibição de Bandas Marciais, apresentações de dança, show circense, contadores de histórias, café cultural e palestras com escritores renomados.

O objetivo principal da Feira foi o de estimular a convivência entre pais, alunos e corpo docente, e ao mesmo tempo propiciar às famílias da cidade toda, e não apenas aos alunos do colégio, o contato com a produção literária e eventos multiculturais. Por isto, Tânia Mara Carvalho e sua “Idéia Fixa” estiveram presentes não só num dos estandes mais visitados da feira, bem como na palestra que contou um pouco desta história, e ainda pelo interesse das pessoas em adquirir dois dos três livros escritos por Tânia.

Mas além de distribuir 3.000 livros de histórias infantis doados pela Fundação Educar DPACHOAL, para a Secretaria Municipal de Educação, o Projeto Idéia Fixa pela Educação e Cultura também recebeu doações. O proprietário da LIVROMAR Papelaria e Informática, José Armando, doou livros novos e cadernetas de anotações Tilibra, que farão parte dos kits escolares montados pelo Idéia Fixa para doação às escolas do sertão.

O Sr. Teodoro Cheder e sua família doaram várias enciclopédias muito bem conservadas e que servirão como fonte de informação para muitas bibliotecas que serão instaladas pelo Projeto Idéia Fixa. “A programação foi bastante dinâmica, com direito a presença de Soldadinho de Chumbo, Branca de Neve, Chapeuzinho Vermelho, Emília e muitos outros personagens, que ganharam vida na pele de pessoas realmente preocupadas com a Educação e a Cultura a ser transmitida aos alunos e a todos os presentes. Mas pelo visto a cidade, como muitas outras, precisa aprender a prestigiar um pouco mais eventos deste tipo. Não faltou nada! Nas barracas montadas por entidades assistenciais havia comida boa, preço acessível, espaço suficiente para um número muito maior de pessoas. Para o Idéia Fixa, que foi especialmente convidado pela Bibliotecária do Cristo Rei, Lucirene Catini Lanzi, foi uma grande oportunidade de mostrar mais uma vez a sua história, principalmente em uma região onde a maioria das pessoas nem imagina que exista um sertão, como o revelado nas fotos e documentário apresentado durante a palestra ”Esporte Solidário””, frisou a jornalista Tânia Mara.

Espera-se para o próximo ano um crescimento em torno de 50%, não só na quantidade de expositores, bem como no número de público, palestrantes e estrelas do mundo literário. “Mas para primeiro evento no gênero, vale tirar o chapéu para os dirigentes do Colégio Cristo Rei que encararam a empreitada com muito profissionalismo”, finalizou Tânia.

Graciela Mayrink

Verifique também

Ação do Projeto Ideia Fixa pela Cultura realizada em Conchal foi um sucesso!

Com o objetivo de levar um pouco da cultura poços-caldense através de seus livros, a …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *